Convite

Convite

Políticas públicas para juventude é um dever do estado!

Jovens, entidades e representantes do governo estarão reunidos no próximo dia 28, no Conselho Estadual de Cultura, em Salvador,  durante o Seminário Políticas e Juventudes: novos olhares e particições – Estudos e Debates sobre o Plano Estadual de Políticas Públicas para Juventude.

Realizado pelo CRIA em parceria com a Cipó e Instituto Aliança o Seminário tem o objetivo de discutir com os jovens as políticas para juventude e empoderá-los enquanto sujeitos de direitos.

Os integrantes da Rede Ser-Tão Brasil terão vagas cativas, sendo 4 vagas para jovens das cidades do interior, 4 vagas para os gestores dos municípios do interior e 1 vaga para cada comunidade de Salvador.

Inscreva-se!

Confira: Carta-convite

Não deixem de ir!

O VI Encontro Ser-tão Brasil ocupou ruas, escolas, praças, igreja, prefeitura e muito mais espaços da cidade São Gabriel/BA. Participaram cerca de 700 pessoas, sendo 150 só da Rede Ser-tão Brasil. Educadores sociais, mestres populares, moradores da cidade anfitriã e região de Irecê, crianças, muitas crianças!

Saiba mais no blog do Encontro:  http://visertaobrasil.blogspot.com

logo_sertao6Entre 20 e 22 de novembro de 2009 o município de São Gabriel, na região de Irecê, interior da Bahia, vai receber cerca de 300 crianças, adolescentes, jovens e adultos para a realização de uma Conferência Livre de Cultura – Trata-se do Encontro da Rede Ser-Tão Brasil, momento de culminância das ações realizadas pela Rede Ser-Tão Brasil – uma conexão entre 16 núcleos de arte-educação de cidades do interior da Bahia e 12 comunidades de Salvador – todos fazedores de arte, cultura, educação e cidadania.

Esta é a sexta edição do Encontro, que este ano pauta suas discussões pelo tema Cultura, Juventude e Desenvolvimento Local Sustentável. A metodologia adotada para as discussões é a dos “Tamboretes Temáticos” – discussões em seis subgrupos sobre Juventude, Cultura e Participação; Economia Solidária e Cultura; Cultura da Infância; Educação e Saneamento Ambiental; Cultura Popular; e Saúde e Cultura. De cada Tamborete, saem propostas e indicações, que seguirão para a Conferência Estadual de Cultura.

Um dos pontos altos da programação é o Quintal das Crianças – proposta de ocupação do espaço público com ações e equipamentos voltados para o público infantil. O Quintal será criado em lugar a ser preservado como patrimônio natural local, para que as crianças desenvolvam seus brinquedos de forma espontânea e em ligação com a Natureza. A proposta do Quintal das Crianças foi adotado pela Secretaria Estadual de Cultura, que vai realizar o projeto em Ilhéus, cidade em que acontece a Conferência Estadual de Cultura.

A programação conta ainda com oficinas que proporcionam aos participantes a experiência de temas importantes para a Rede, como arte (teatro, música, dança, artes plásticas, estética, capoeira, contação de histórias, clown e cordel), artesanato (palha, tecido, barro e fuxico), brincadeiras e músicas tradicionais da infância (confecção de brinquedos, pipas, pipas e maculelê) e saneamento ambiental (coleta seletiva e mini floresta). O fim da tarde de sábado será dedicado às apresentações do que foi experimentado nesses espaços.

Confira a programação e outras informações no blog do VI Encontro Ser-tão Brasil!

A Rede Ser-Tão Brasil realiza entre os dias 13 e 16 deste mês de maio seu primeiro encontro do ano. A previsão é de reunir representantes de 19 grupos culturais de municípios do interior do estado da Bahia e de 17 bairros de Salvador.

O encontro começa com uma palestra de José Antônio Saja, professor do departamento de Filosofia da Universidade Federal da Bahia e assessor do Instituto do Meio Ambiente, e que vai falar sobre o tema Contexto Mundial e Novas Conectividades.

Na tarde do segundo dia, um seminário deve reunir a Conselheira do Conselho Nacional da Juventude, Daniela Rocha; o representante do Conselho Estadual da Juventude, Éden Valadares e representante da ONG Avina, Gilvan David, para falar sobre Juventude e Políticas Públicas.

A programação inclui ainda a apresentação pelos grupos da previsão das atividades que serão desenvolvidas pela Rede Ser-Tão Brasil ao longo deste ano, mapeando potenciais parceiros, público-alvo e possíveis impactos; uma formação sobre a temática Identidade com Caio Martinho e alinhamento político para as conferências de cultura que acontecem em 2009.

A Rede Ser-Tão Brasil tem como objetivo inspirar novas experiências ou ações organizadas coletivamente, com e pela juventude, que valorizem a criatividade, a liberdade, a criação artística, as culturas tradicionais locais, a relação do homem com a terra e as formas solidárias de sobrevivência; a partir de articulações político-culturais locais.

 

13, 14,15 e 16.05.2009
Salvador
Dia 13/5, quarta, 15h – Plano, Sistema e Conferência Estadual de Cultura
Só Conselho Gestor
Local: Conselho Estadual de Cultura da Bahia – Palácio da Aclamação
Dia 14/05 (quinta)
Manhã
9h – Boas Vindas do CRIA – fala de Maria Eugênia
Chegança Poética: acolhimento dos Jovens Dinamizadores de Salvador com o interior
Fala do Grupo Gestor da Rede Ser-tão Brasil e apresentação dos objetivos e programação do encontro
10h30 – Palestra do Professor José Antônio Saja (Professor do Depto de Filosofia da UFBa e Assessor do IMA – Instituto do Meio Ambiente): Contexto Mundial e novas conectividades
11h às 12h30 – Debate
Tarde
Seminário sobre Juventude e Políticas Públicas
14h – Fala de abertura de Rep. do Grupo Gestor da Rede: O sentido do seminário para a Rede
14h10 – Breve apresentação em cordel e poesia de 02 jovens representantes do interior e da capital
14h30 – Daniela Rocha (Cipó e Conselheira do CONJUVE – Conselho Nacional de Juventude): Histórico sobre Políticas Públicas de Juventude e o Conselho Nacional de Juventude
15h – Éden Valadares (Representante do Estado e CONJUBA – Conselho Estadual de Juventude): Conselho Estadual de Juventude – estrutura, papel e forma de atuação
15h30 – Gilvan David (Avina): Redes e Juventude
16h às 17h30 – Debate
Dia 15/05 (sexta)
Manhã
9h – Apresentação dos painéis por região: Organização e Atuação dos Grupos 
10h – Alinhamento com os territórios de identidade e Agenda Política da Rede: Conferências de cultura em 2009 
11h – Formação com Cássio Martinho: Redes – identidades, formas, movimentos
Tarde
14h – Formação com Cássio Martinho – Grupo A
14h – Programação cultural > proposta de formação sugerida pelo CRIA  – Visita ao MAM – Museu de Arte Moderna da Bahia: Exposição de caribé. – Grupo B – jovens
Dia 16/05 (sábado)
Manhã
9h às 12h – Trabalho somente com o Grupo Gestor da Rede e Cássio Martinho

Dia 13/5 (Quarta)

15h – Plano, Sistema e Conferência Estadual de Cultura

Só Conselho Gestor

Local: Conselho Estadual de Cultura da Bahia – Palácio da Aclamação

 

Dia 14/05 (quinta)

Manhã

9h – Boas Vindas do CRIA – fala de Maria Eugênia

Chegança Poética: acolhimento dos Jovens Dinamizadores de Salvador com o interior

Fala do Grupo Gestor da Rede Ser-tão Brasil e apresentação dos objetivos e programação do encontro

10h30 – Palestra do Professor José Antônio Saja (Professor do Depto de Filosofia da UFBa e Assessor do IMA – Instituto do Meio Ambiente): Contexto Mundial e novas conectividades

11h às 12h30 – Debate

Tarde

Seminário sobre Juventude e Políticas Públicas

14h – Fala de abertura de Rep. do Grupo Gestor da Rede: O sentido do seminário para a Rede

14h10 – Breve apresentação em cordel e poesia de 02 jovens representantes do interior e da capital

14h30 – Daniela Rocha (Cipó e Conselheira do CONJUVE – Conselho Nacional de Juventude): Histórico sobre Políticas Públicas de Juventude e o Conselho Nacional de Juventude

15h – Éden Valadares (Representante do Estado e CONJUBA – Conselho Estadual de Juventude): Conselho Estadual de Juventude – estrutura, papel e forma de atuação

15h30 – Gilvan David (Avina): Redes e Juventude

16h às 17h30 – Debate

 

Dia 15/05 (sexta)

Manhã

9h – Apresentação dos painéis por região: Organização e Atuação dos Grupos 

10h – Alinhamento com os territórios de identidade e Agenda Política da Rede: Conferências de cultura em 2009 

11h – Formação com Cássio Martinho: Redes – identidades, formas, movimentos

Tarde

14h – Formação com Cássio Martinho – Grupo A

14h – Programação cultural > proposta de formação sugerida pelo CRIA  – Visita ao MAM – Museu de Arte Moderna da Bahia: Exposição de caribé. – Grupo B – jovens

 

Dia 16/05 (sábado)

Manhã

9h às 12h – Trabalho somente com o Grupo Gestor da Rede e Cássio Martinho

Localizada no “miolo” da cidade de Salvador, a região de Cosme de Farias integra a Região Administrativa de Brotas, uma das mais populosas da cidade, com mais de 190 mil habitantes, segundo o Censo 2000. Mas atualmente Cosme de Farias é também o palco de uma experiência de articulação entre escola pública, grupo comunitário e organizações não-governamentais.

Desde o segundo semestre de 2008, o Grupo Jovem Nova Geração, o Colégio Estadual de Cosme de Farias e o CRIA vêm realizando um mapeamento sócio-cultural da região. Um dos primeiros resultados foi apresentado nesta quinta e sexta-feiras (05 e 06/03): a encenação “De Quinta das Beatas a Cosme de Farias”, dirigida e montada por adolescente e jovens com o apoio de arte-educadores do CRIA.

A encenação conta um pouco da história do bairro e marcou o início do ano letivo da escola. “Na primeira unidade do ano letivo, vamos tratar dos temas identidade e história do bairro, então o projeto não poderia estar mais adequado à nossa realidade”, comemora Roquelina Conceição, professora de português e apaixonada pelo bairro. “Dou aula aqui há 15 anos, e tenho muito orgulho disso”, declara.

As tradicionais lavadeiras do bairro, os carnavais “de antigamente”, a feira, a vida do major que dá nome ao bairro e até os problemas das drogas e violência ganharam vida na encenação proposta pelos jovens. “É claro que a peça ainda não está pronta, talvez nunca esteja. Mas já é um pontapé inicial para a valorização do bairro”, conta Adenilton Machado, que dirigiu a encenação e integra o Grupo Jovem Nova Geração.

Ciro Alexandre, jovem do CRIA

A Feira Comunitária de Paripe foi muito interessante. Eles conseguiram mostrar realmente que estão ali, só não vê quem não quer. Com um cortejo percussivo, se conseguiu chamar a atenção de todos os moradores e ao mesmo tempo mostrar aos visitantes o lugar, alguns de seus problemas e suas belezas.

No resto do dia, muitas apresentações e exposições das culturas do nosso povo como dança afro, capoeira, hip hop, teatro e um momento de MPB. eEnfim, foi um dia muito proveitoso e quem estava lá ganhou muito. Foi enriquecedor.

Apresentação de Pais e Filhos em São Tomé de Paripe
Apresentação do espetáculo Diálogos em São Tomé de Paripe

Romilson Freitas

Acordei bem cedo como de costume, e já senti que o meu dia ia ser bom! Em casa, o maravilhoso som de Caetano Veloso (Fina Estampa) adocicava o meu despertar matutino. Dirigi-me a São Tomé de Paripe, para colaborar e prestigiar com muito carinho a sua 1ª Feira Cultural.

Ao chegar lá, de um lado, via crianças correndo, felizes, saltitantes de prazer. Do outro, públicos de todas as idades, revelando um lugar promissor de culturas milenares e tradições que são preservadas e passadas de geração a geração. Quase à beira do mar, pessoas de todas as tribos, juntas, cantando, dançado, celebrando a arte.

Fico imaginando o quão imenso é o tamanho da repercussão que essa arte nos causa… Maravilhoso poder ver os olhos atentos daquelas pessoas, que se dependuravam nas grades da escola, para assistir as apresentações dos grupos culturais convidados: grupo de hip hop, dança, teatro e os visitantes, que também vieram apresentar e prestigiar a feira.

Há quem diga que o que vimos ali foram só expressões momentâneas, atitudes causadas pelo furor da ânsia por aquele acontecimento (a realização de um trabalho tão esperado). Mas também há pessoas como eu, que afirmam o inverso: que aquilo que vimos ali é o que de mais belo, puro e legítimo acontece com quem se deixa entorpecer com as substâncias dessa arte, que tem por finalidade agregar todos em um tudo e que só se completa quando amarramos os nós em nós!

Quando perguntei a um senhor que estava afastado num canto, assistindo as apresentações, o que ele achava daquele evento, ouvi como resposta da sua voz rouca e baixinha: “Acho bom né? No meu tempo, não tinha isso tudo, os jovens falando, dançando, falando de cultura. Só tem coisa boa né?

Dezembro é mês de agitação cultural para as comunidades de Periperi, São Lázaro e Alto do Cabrito. Nos dias 06 e 07 (sábado e domingo), o CRIA – Centro de Referência Integral de Adolescentes e a Rede Ser-Tão Brasil realizam nestes bairros as Feiras Ser-Tão Brasil, encontros que aliam arte e cultura à discussão de temas como Cultura da Infância, Saúde e Prevenção à Violência.

O quê: Feira Ser-Tão Brasil Periperi
Quando: 06 de dezembro (sábado)
8h – Concentração na Praça do Sol e caminhada para o Centro Cultural Guerreiros da Paz
10h às 12h – Palestras Saúde, Horta comunitária (Centro Cultural Guerreiros da Paz)
14h às 18h – Oficinas artísticas e encerramento com mostras artísticas dos grupos comunitários
Onde: Centro Cultural Guerreiros da Paz

O quê: Feira Ser-Tão Brasil São Lázaro
Quando: 06 de dezembro (sábado):
9h às 22h – Apresentações teatrais, exposições sobre a história da comunidade, oficinas artísticas, palestras, mostras e shows de grupos locais.
07 de dezembro (domingo)
8h – Palestra sobre permacultura, mesas redondas, apresentações dos resultados das oficinas, desfiles inspirados na estética negra, apresentações de artistas e bandas locais.
Onde: Largo de São Lázaro

O quê: Feira Ser-Tão Brasil Alto do Cabrito
Quando: 06 de dezembro (sábado)
Onde: Pátio da Igreja Sagrado Coração de Jesus